CUT-PE: Paulo Henrique e Mino Carta “detonam” conjuntura e Mídia

Do site do CUT-PE

Debate realizado pela CUT em parceria com o Sindicato dos Bancários, Sindsprev, Sindilegis e a Tempus Comunicação.

A convite da Central Ùnica dos Trabalhadores de Pernambuco (CUT-PE), os jornalistas Mino Carta (diretor de redação da revista Carta Capital) e Paulo Henrique Amorim (editor do site Conversa Afiada) estiveram na noite da sexta-feira (10/03) no Recife, mais precisamente no auditório do SINDSPREV, para falarem sobre “O papel da mídia no ataque aos direitos da classe trabalhadora”.Na ocasião, Mino Carta, lançou seu mais recente livro “A Vida de Mat” e Paulo Henrique Amorim o seu já badalado “O Quarto Poder”que já vendeu 50 mil exemplares. Este debate foi realizado pela Central, em parceria com o Sindicato dos Bancários, Sindsprev, Sindilegis e a Tempus Comunicação.

Vale ressaltar que, os jornalistas em tela conquistaram ainda mais credibilidade e respeito pela militância que exercem no campo progressista, em defesa da democracia, da liberdade de expressão e das lutas da classe trabalhadora. Paulo Henrique Amorim possui um trabalho independente com o blog Conversa Afiada, que faz um contraponto com a mídia comercial. Mino Carta é o diretor de redação da revista Carta Capital, uma publicação também contra-hegemônica

O presidente da CUT, Carlos Veras, saudou os convidados e a plateia, destacou a importância da discussão politica por conta dos ataques do governo golpista contra a classe trabalhadora. Veras comentou ainda sobre as mobilizações, os protestos e a Caravana Popular contra o impeachment da ex-presidenta Dilma Rousseff e todo golpe vivido pelo Brasil em 2016. “ Nossa luta não parou em momento algum. O dia 15 de março será o Dia Nacional de Paralisação Contra a Reforma da Previdência e convocamos a classe trabalhadora para ir às ruas contra o fim da aposentadoria. Nenhum direito a menos. Faremos uma grande mobilização para barrar mais esse retrocesso do governo ilegítimo”, ressaltou

O jornalista Paulo Henrique iniciou o debate com seu jeito sagaz e inteligente, comentou sobre o golpe na democracia brasileira “Estamos no pior momento para os trabalhadores. O pior golpe que já houve, maior do que o de 64 que não mexeu na CLT. É o desmonte do estado brasileiro”, pontuou. Ele apontou que a crise econômica já gerou uma escalada de desemprego assustador, no entanto, a Rede Globo omite e manipula as informações. “Infelizmente, os trabalhadores não têm formação politica e não sabe o que lhe interessa, porque a Globo não deixa, afirmou.

De acordo com o jornalista duas notícias chamaram a atenção nesta semana: a liberação das contas inativas do FGTS que, na verdade, vai beneficiar os banqueiros e a articulação no Congresso Nacional do perdão aos crimes de caixa 2. Segundo ele, a Mídia preferiu transformar o saque do FGTS como uma “grande conquista” para a classe trabalhadora, quando tudo não passa de uma farsa para favorecer o sistema bancário. Apesar de tudo, ele considera fundamental o papel dos sindicatos, da CUT, dos movimentos sociais, através das redes sociais para combater os golpistas e Mídia empresarial.

Por sua vez, Mino Carta, bastante incisivo em suas opiniões, afirmou que para acabar como monopólio da “Vênus Platinada” bastava que a Constituição Federal fosse cumprida, mas, assistimos tudo calados. “O Brasil paga por três séculos e meio de escravidão. Somos frutos da politica da Casa Grande e Senzala, onde ainda impera o medo e a covardia. Isso precisa mudar”. enfatizou. De acordo com Mino, a democratização da Mídia deveria ser automática, ação natural de uma democracia e não através de Leis; a consciência cidadã deve prevalecer em todas circunstância e disse: “sem o povo nas ruas, nada vai mudar, acontecer”, apontou. Mino ainda comentou sobre as conquistas e equívocos dos governos petistas, todavia, ressaltou que o assalto à previdência social do governo Temer, com apoio das elites da rede Globo, é assustador e cruel.

Confirmando 15 de março, dia Nacional de Paralisação, na abertura do calendário de manifestações da CUT e dos movimentos sociais. Concentração, a partir das 09h, na praça Oswaldo Cruz, Boa Vista/Recife.

Somos fortes! Somos CUT!

A Diretoria do Sindipetro PE/PB esteve presente neste importante encontro.

IMG-20170310-WA0039 IMG-20170310-WA0056 IMG-20170311-WA0044 IMG-20170310-WA0054